Conversas ao Pé da Página
PROGRAMAÇÃO - BLOCO I
BLOCO 1 – 15 e 16 de setembro de 2015
INSCRIÇÕES: De 24 de agosto a 10 de setembro
OFICINAS - SESC Pinheiros
15 de setembro de 2015 (terça-feira)

“As narrativas nos textos visuais”
Catarina Sobral

Credenciamento às 8h30
Oficina das 9h às 12h

Duração: 6 horas (3h no dia 15, e 3h no dia 16)
Público: Ilustradores e interessados em ilustração.
Material necessário: Pincéis, tintas, outros materiais de arte.

Oficina ministrada em português de Portugal.

A narração visual é complexa. Do ponto de vista do ilustrador, exige uma faculdade
importante: a habilidade de pensar com imagens. Do ponto de vista do leitor, a
capacidade de ler as imagens e construir significados. Livros álbum sem palavras são
um desafio e um meio de excelência para os ilustradores. Nesta oficina a proposta é:

1. Compreender a estrutura do livro álbum como uma sequência de imagens:
coerência gráfica, montagem, ritmo/tempo.
2. Organizar uma história em três momentos com diferentes durações: problema;
solução; catarse.
3. Construir significado sem texto verbal, transmitir tempo, espaço, ponto de vista,
etc.

“Da ilustração ao livro”
Diego Bianki

Credenciamento às 8h30
Oficina das 9h às 12h

Duração: 3 horas (dia 15)
Público: editores, mediadores, ilustradores e todos aqueles interessados na leitura do
livro álbum.
Material necessário: lápis, tesoura, canetas porosas com ponta grossa, estilete,
pincéis, tintas.

Oficina ministrada em espanhol

Esta oficina tem como foco o mundo da ilustração editorial, por meio de um percurso
construído por imagens apontaremos possíveis acidentes profissionais deste processo.
Na sequência, serão abordadas algumas questões como a relação entre: texto,
imagem, metáfora, projeto gráfico e contexto editorial. Neste sentido, serão
abordados os seguintes aspectos:

1- A ilustração no mundo editorial
2- Projeto gráfico e ilustração
3- Diagramação e projeto gráfico e projeto de capa
4- Desenvolvimento de uma proposta editorial

Se recomenda visitar os seguintes sites:
www.diegobianki.com
www.diegobianki2.blogspot.com
www.pequenoeditor.com
www.pequenoeditor.blogspot.com
www.facebook.com/pequeno.editor

SEMINÁRIOS – SESC Pinheiros
15 de setembro de 2015 (terça-feira):

12h15 | Cadastramento

13h45 | Abertura

14h - 15h30 | Conversa 1: O FUTURO DOS LEITORES
Antonio Ventura
Juan Felipe Córdoba-Restrepo

15h30 - 16h | Café

16h - 17h30 | Conversa 2: RESPONSABILIDADE E MERCADO
Elisa Ventura
María Francisca Mayobre
María Osorio

17h30 - 18h | Conversas com o público

19h - 21h | Conversa 3: LEITURA E LIVROS PARA BEBÊS
Evelio Cabrejo-Parra
Joëlle Turin

OFICINAS - SESC Pinheiros
16 de setembro de 2015 (quarta-feira)
“As narrativas nos textos visuais”
Catarina Sobral

Credenciamento às 8h30
Oficina das 9h às 12h

Duração: 6 horas (3h no dia 15, e 3h no dia 16)
Público: Ilustradores e interessados em ilustração.
Material necessário: Pincéis, tintas, outros materiais de arte.

Oficina ministrada em português de Portugal.

A narração visual é complexa. Do ponto de vista do ilustrador, exige uma faculdade
importante: a habilidade de pensar com imagens. Do ponto de vista do leitor, a
capacidade de ler as imagens e construir significados. Livros álbum sem palavras são
um desafio e um meio de excelência para os ilustradores. Nesta oficina a proposta é:

1. Compreender a estrutura do livro álbum como uma sequência de imagens: coerência gráfica, montagem, ritmo/tempo.
2. Organizar uma história em três momentos com diferentes durações: problema; solução; catarse.
3. Construir significado sem texto verbal, transmitir tempo, espaço, ponto de vista, etc.


“A construção de um álbum ilustrado – o papel do editor e do autor/ilustrador”
Ivar da Coll e María Osorio

Duração: 3 horas (dia 16)
Público: editores, mediadores, ilustradores e todos aqueles interessados na leitura do livro álbum.

Oficina ministrada em espanhol

Como se cria um álbum ilustrado? Qual o papel do editor e como se estabelece uma
relação de parceria entre o editor e o autor/ilustrador. Parceiros de décadas, a
editora María Osorio da editora colombiana Babel Livros e o ilustrador/autor Ivar da
Coll vão compartilhar a sua longa experiência de trabalho conjunto a partir de alguns
exemplos práticos. Esta experiência focará não apenas o trabalho de criação como o
de conceituação e edição de um livro. E, com isto, colocará em evidência o papel
fundamental do trabalho de equipe na construção do livro de imagens, do livro para
crianças e jovens de modo geral.

SEMINÁRIOS - SESC Pinheiros
16 de setembro de 2015 (quarta-feira):
12h15 | Cadastramento

13h45 | Abertura

14h - 15h30 | Conversa 4: A ILUSTRAÇÃO COMO LINGUAGEM
Catarina Sobral
Diego Bianki
Flávia Bomfim

15h30 - 16h | Café

16h - 17h30 | Conversa 5: O PROCESSO DE CRIAÇÃO E OS FUTUROS LEITORES
Ivar da Coll
María José Ferrada
Rodrigo Lacerda

17h30 - 18h | Conversas com o público

CONVERSAS PARALELAS
17 de setembro de 2015

Local: Biblioteca Municipal Monteiro Lobato
Rua Gal Jardim, 485 - Vila Buarque, São Paulo – SP
Duração de cada Conversa Paralela – 1h30min

Leitura em voz alta e construção de linguagem oral
Evelio Cabrejo-Parra
Das 14h às 15h30
(Idioma espanhol)

A construção da linguagem oral se realiza durante os 5 primeiros anos da primeira
infância. O essencial do desenvolvimento individual e social do sujeito humano se faz
através da língua. Vamos tentar tornar inteligível o fato de que contar histórias e ler
textos literários e poéticos em voz alta ajudam a criança a criar uma relação com a
língua que o acompanhará durante a vida toda.

Leituras, histórias e personagens: espaços de relações
Joëlle Turin
Das 16h às 17h30
(Idioma francês – com tradução consecutiva)

A afetividade da criança e seus desejos de relações começam desde o alvorecer de
sua vida. É através das experiências relacionais e do confronto com os outros que o
ser humano se estrutura psicológica e afetivamente. As leituras compartilhadas de
histórias e o encontro com os personagens dos livros fazem parte do entorno afetivo
do bebê e do desenvolvimento de sua inteligência emocional. Vamos abordar livros,
histórias e personagens que ilustram as relações de empatia, essa capacidade das
crianças de sentir e pensar adotando o ponto de vista do outro, seu desejo de colher
os sentimentos e os pensamentos dos personagens de ficção.